Pós-pandemia – Hora de investir mais em canais digitais de venda

Pós-pandemia – Hora de investir mais em canais digitais de venda

O fechamento obrigatório do comércio por conta da Pandemia do Coronavírus, causou muito mais estragos nos negócios exclusivamente físicos, do que naqueles que já tinham uma presença digital.

E não ache que estou falando aqui de grandes investimentos em tecnologias. Muito pelo contrário. Empreendimentos que já possuíam redes sociais bem estruturadas e a utilização de canais de comunicação direta com o cliente, como o Whatsapp, por exemplo, conseguiram se adaptar ao momento com muito mais facilidade, sem grandes traumas.

Se você ainda acha que o seu negócio não precisa estar na internet, existindo também em um formato digital, talvez você não aprendeu a grande lição de 2020.

E olha que tem gente grande que já entendeu essa lição e está tomando atitudes para o futuro. É o caso das grandes operadoras de shopping centers, que estão repensando os seus próximos investimentos.

Ao invés de priorizarem a construção de novos shoppings ou a ampliação dos já existentes, os esforços serão concentrados, daqui pra frente,   em integrar o comércio físico ao comércio eletrônico. A idéia é digitalizar os estoques das lojas, disponibilizando as mercadorias nos chamados marketplaces. A intenção é dar mais visibilidade aos produtos nessas vitrines virtuais, deixando os shoppings como centros de distribuição das mercadorias. 

O chamado novo normal nos apresenta um mundo onde tudo deverá ser repensado, inclusive novas formas de consumo e de venda. Não espere um novo imprevisto para entender que, assim como diz os versos de Lulu Santos na canção Tempos Modernos, “nada do que foi será, do jeito que já foi um dia.”

Se você desejar pode ouvir o tema acima em meu Canal de Podcast “Descomplicando o Empreendedorismo”:

 

LEIA TAMBÉM

Copyright © 2010-2020 Blog do Pimenta. Todos os direitos reservados